Sua empresa é saudável financeiramente?

Não é segredo que uma boa saúde financeira é indispensável para o crescimento e consolidação de qualquer negócio, certo? Mas você já parou para pensar se o seu negócio realmente está saudável financeiramente?
Neste texto, vamos te ajudar a fazer essa avaliação com alguns pontos essenciais:


1. PLANEJAMENTO SÓLIDO

Segundo um estudo feito pelo Sebrae, a falta de planejamento é uma das principais causas do fechamento de empresas no Brasil, pois é através dele que você irá conseguir estipular resultados financeiros e decidir um plano de ação com os melhores recursos da empresa na busca das metas de curto e longo prazo para manter a sua empresa saudável.

O seu negócio ainda não tem um planejamento sólido? Fique em alerta!



2. FLUXO DE CAIXA


É a partir dele que você conseguirá identificar se o seu negócio está gerando mais entradas de caixa do que saídas.
Por isso, uma boa gestão de fluxo de caixa, será possível apontar riscos como: endividamento, inadimplências, queda nas vendas, aumento de despesas e custos fixos, baixo nível de saldos bancários etc,. Evitando que prejudique a saúde financeira da sua empresa.

Baixe aqui uma planilha de fluxo de caixa!


3. CAPITAL DE GIRO

Nada mais é que identificar recursos os quais a empresa precisa para garantir que continuará operando de maneira segura. Na prática, trata-se da soma de todos os recursos financeiros que se encontram em estoque, contas bancárias, aplicações e recebimentos  pendentes dos clientes. Ou seja, tudo que pode ser convertido em dinheiro para que a empresa cumpra com suas obrigações, financeiramente saudável e prossiga com as atividades caso precise de recursos extras.

 

  1. Negocie o parcelamento com seus fornecedores, sua empresa precisa vender e receber para pagar seus fornecedores, nem sempre é possível esta lógica, por isso amplie o maior prazo possível.
  2. Realize controle efetivo do seu estoque, principalmente dos produtos/materiais que representam 80% do valor de seu estoque.
  3. Cuide com as formas de recebimento dos seus clientes ( prazo, taxas etc).
  4. Faça campanhas de vendas à vista.
  5. Cuide com endividamento com juros altos e prazos curtos


    4. CUSTOS



    Saber precisamente os custos do seu negócio é um fator essencial para mantê-lo saudável financeiramente. Assim, você poderá operar com um bom planejamento a curto e longo prazo.
    Então, não ter essas informações pode fazer com que o controle de gastos se perca e prejudique a sua empresa.

 

  1. Separe os custos fixos dos variáveis 
  2. Defina o custo mínimo do seu negócio, quanto custa a sua operação
  3. Avalie o % dos custos sobre as vendas da empresa 
  4. Trace metas de redução de custos


    5. FATURAMENTO



    Esse indicador determina o andamento do seu negócio e se você está conseguindo alcançar suas metas.
    Pensando nisso, é essencial acompanhar  o faturamento bruto da empresa e o valor que vai receber após a dedução dos impostos.

    A partir dessa métrica, você conseguirá identificar se o seu negócio precisa de novas ações para melhorar os seus resultados.

 

  1. Tenha cronograma de faturamento 
  2. Controle os vencimentos negociados com seus clientes 
  3. Organize as entregas dos seus serviços  e produtos para que não tenha atrasos e prejudique a imagem da sua empresa



Analise com calma todas as dicas que trouxemos e descubra se você precisa prestar mais atenção na saúde financeira do seu negócio! Ter essa informação vai te ajudar a administrar todas as possibilidades e saber como agir em futuros riscos.
Identificou que precisa de auxílio de profissionais especializados? A Priorizzi pode te ajudar! Entre em contato com a gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar conversa
Precisa de ajuda?
WhatsApp
Olá! Podemos ajudar?